Diálogo inter-religioso

O labor teológico tem em vista o outro, destinatário, como força que mobiliza o pensar e o agir. O diálogo inter-religioso não consiste apenas numa comunicação verbal, acadêmica ou não, porém mais fundamentalmente numa atitude interna de abertura ao encontro com pessoas e comunidades de crenças diversas.

O solilóquio, a fala monológica está fora de questão, como o está a militância em qualquer de suas formas. O diálogo autêntico pressupõe compromisso. Ele não implica o sacrifício da própria posição – nesse caso, ele seria supérfluo. Dialogar significa testemunhar nossas mais arraigadas convicções, ao mesmo tempo que escutamos aquelas de nosso próximo. Sem meu comprometimento com o evangelho, o diálogo se torna um mero bate-papo; sem a presença genuína do próximo, ele se torna arrogante e sem valor. É falso sugerir que um compromisso com o diálogo seja incompatível com uma posição confessional.

No esforço dialogal, alguns princípios precisam ser considerados a fim de se evitar o fundamentalismo e a relativização: 1. Nenhuma religião deve exercitar sua hegemonia sobre as outras de uma maneira autoritária, como se ela tivesse o monopólio da verdade sobre o Absoluto; 2. Não se deve dizer que todas as religiões valem o mesmo. Assim chegaríamos a um relativismo completo que seria a negação de todo juízo de valor. E preciso ter uma postura crítica diante dos excessos das religiões; 3. Todas as religiões dignas têm a ambição de trabalhar a salvação do ser humano em sua totalidade.

Carlos Cunha

Deixe um comentário

Arquivado em Reflexão teológica

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s