Hermenêutica, ciência e sapiência

Falar acerca de Deus é ação cultural e histórica, porque se encontra sempre no seio de determinada tradição, que se transmite de forma oral e escrita. Isso significa que nunca se tem acesso imediato à palavra de Deus. No melhor dos sentidos, a palavra de Deus é circunstancial. São as circunstâncias que, em cada momento, podem desvelar as dimensões da palavra de Deus e de suas exigências. Assim, a revelação é magnitude histórica. Isso significa que, necessariamente, precisa de interpretação, ou seja, de adequação espaço-temporal. O potencial de sentido dos textos bíblicos e teológicos descobre sua eficácia histórica em processo de incessante problematização. A problematização permite a passagem do geral e do abstrato ao concreto e imediato: a palavra de Deus se encarna e adquire vigência em um aqui e agora com fisionomia própria.

 A hermenêutica não se relaciona só com os textos. Deve ser levada muito em consideração na constituição polifônica do ser humano. A realidade de Deus, do humano e do mundo, em cada momento histórico, expressam-se polifonicamente no meio da complementariedade das dicções e expressões.

Para o humano, existe o que é capaz de ser expressado. Por isto, a hermenêutica não se limita aos processos interpretativos, mas, previamente, tem muito a ver com as aprendizagens que propiciam a transmissão de ciência e sapiência. A hermenêutica, tradicionalmente, referiu-se a um movimento baseado na “compreensão”, a hermética, a um movimento baseado no “ser”. Essa distinção pode ser exemplificada mediante duas figuras: no Ocidente, o “professor” (hermenêutica) e no Oriente, o “mestre” (hermética). O “professor”, mediante a docência, possibilita que seus discípulos adquiram alguns “saberes” (ciência); o “mestre”, através de sua vivência pessoal, “transforma” seus discípulos em um novo ser (sapiência).

Carlos Cunha

Deixe um comentário

Arquivado em Reflexão teológica

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s